Pinky Pinky

Pinky Pinky

A história de Pinky Pinky é uma lenda urbana e conto da carochinha em um só. Em 1994, surgiram estórias sobre um monstro que aguarda meninas nos banheiros das escolas da África do Sul. As meninas foram avisadas ​​por seus amigos para não usarem rosa na escola, porque isso irritaria a criatura, que, então, tentaria atacar ou até mesmo estuprá-las.

A histeria cresceu e avistamentos do monstro, chamado Pinky Pinky, foram relatados em muitas escolas em todo o país. Foi dito que se assemelhava a um Tokoloshe (uma criatura mítica Africana) e tinha uma pata e uma garra. Meninos não podiam ver a criatura, mas alguns afirmaram ter sido atacados por ele e saíram arranhados e machucados. Naturalmente, não existe nenhuma prova sólida do monstro.

Ninguém sabe ao certo o que motivou o conto Pinky Pinky. Tem sido sugerido que ele era uma encarnação do medo que as meninas tinham de ir para banheiros da escola sozinhas em uma sociedade onde os casos de estupro e outros abusos sexuais eram (e ainda são) muito prevalentes.

Pinky Pinky parece ter ido embora, e apenas um ou dois avistamentos ainda foram relatados como o passar dos anos. Vários livros e uma exposição de arte têm sido dedicados à história. Hoje é apenas uma história assustadora que aqueles que iam para a escola primária na África do Sul na década de 1990 pode lembrar.

Lendas de SC - Lendas gaúchas - Holismo - Antropologia - Frutas - Crianças - Imagens para Face - Aquarismo - Ivoti - Abelhas - Vagas de emprego - Tirar manchas - Como fazer maquiagem