O grito

o grito

Alguns alunos de universidades norte-americanas tinham a tradição de gritar em determinado momento, geralmente como forma de aliviar o stress e marcar o fim de um período de provas, do semestre ou do ano letivo. A tradição parece ter ficado forte na Universidade da Califórnia em Los Angeles (UCLA).
Lá, os universitários chegaram a combinar um grito coletivo, que deveria ser dado à meia-noite. A ideia era justamente extravasar e deixar as preocupações de lado pelo menos um pouco. Então, como combinado, à meia-noite todos os alunos se reuniram e gritaram coletivamente.
O que ninguém sabia era que um dos gritos era de desespero. Na mesma hora uma mulher havia sido violentada e, como todos estavam gritando, o grito dela, de socorro, simplesmente não foi considerado. A história logo se espalhou e a tradição dos gritos foi banida da instituição. Dizem que quem quebrar as normas pode, inclusive, ser expulso.

Lendas de SC - Lendas gaúchas - Holismo - Antropologia - Frutas - Crianças - Imagens para Face - Aquarismo - Ivoti - Abelhas - Vagas de emprego - Tirar manchas - Como fazer maquiagem