Ju-on – A Lenda

Ju-on - A Lenda

A maldição do ju-on é a maldição de quem morre vítima de fúria violenta, ela ganha força e se instala aonde essa pessoa viveu, quem cruza seu caminho morre e uma nova maldição nasce. Essa lenda é muito conhecida no Japão, Kayako era uma mulher jovem e bonita casada e tinha um filho, esse filho tinha um gato no qual adorava muito, porém apesar das boas condições de vida e uma boa família, Kayako não era feliz.

Ela amava seu professor de universidade, tanto que escrevia no diário todos os dias só conteúdo dele. Em um dia como outro qualquer, ela saiu pra ir pra aula e para ver seu amado. À tarde quando voltou percebeu algo de estranho, tudo estava muito quieto, muito silencioso.

Quando ela entra no quarto se depara com uma cena assustadora, seu marido lendo seu diário e pela feição furiosa em sua face, ela já adivinhou que ele leu as partes do professor, ao imaginar o que estava por vir ela saiu correndo, mas seu marido foi mais rápido e a pegou pelos cabelos, a pobre Kayako lutava pela vida, mas ela a matou, quebrou o pescoço dela, enrolou o corpo da esposa num saco plástico e colocou no sótão, depois afogou o filho na banheira, estava tão louco que matou até o gato do menino e depois se suicidou.
Algum tempo depois, o professor recebeu uma carta de amor de Kayako e resolveu ir até a casa da aluna para esclarecer o assunto, quando chegou lá não encontrou ninguém, somente um menino todo machucado, ele cuidou do garoto até os pais dele chegarem, então a criança apontou friamente para a porta do armário (que leva ao sótão), quando abriu e viu sua aluna morta ele não pensou duas vezes e saiu correndo.

Assim Kayako morreu em momento de muita fúria (pelo seu marido) e muita mágoa (ao ser abandonada pelo seu amado professor), assim a casa dela se tornou a casa mais assombrada de todo o Japão e quem entra nela é amaldiçoado e morre. Os especialistas dizem que é o espírito desapontado de Kayako que não descansou em paz pelo seu trágico fim e assombra todos que entram em sua casa.

Essa é a tão famosa maldição do Ju-on. Detalhe: o professor suicidou-se semanas depois e todos os policiais e detetives envolvidos no caso morreram ou desapareceram misteriosamente.

Fantasmas estão pedindo táxis em áreas de devastação no Japão
Parece algo saído de um filme de terror: Um taxista pega um passageiro. Ele embarca no táxi e diz ao motorista para onde ir. Então, de repente, o passageiro pergunta: “será que eu morri?” E o taxista apavorado se vira para ver que ninguém está dentro do veículo.

Isso é o que está sendo relatado na área afetada pelo tsunami de 2011. Na verdade, isso foi relatado sete vezes separadas por sete taxistas diferentes, de acordo com Yuka Kudo, uma estudante da Universidade Tohoku Gakuin. A jovem de 22 anos foi para Ishinomaki – onde mais de 6.000 pessoas morreram após o tsunami – para entrevistar motoristas de táxi e lhes perguntar se eles tiveram alguma experiência estranha e incomum após o tsunami.

De acordo com o Asahi Shimbun, Kudo entrevistou mais de 100 motoristas de táxi, onde apenas sete partilharam a sua experiência com fantasmas. O resto ficou zangado com o questionamento dela e em alguns casos, ela foi completamente ignorada.

Uma das histórias que Kudo foi capaz de reunir foi a seguinte:

“De acordo com o motorista, um homem que parecia ter seus 20 anos entrou em seu táxi. Quando o motorista olhou para o espelho retrovisor, seu passageiro estava apontando para a frente.

O motorista perguntou várias vezes o homem qual seria o seu destino. Em seguida, o passageiro respondeu: “Hiyoriyama” (montanha). Quando o táxi chegou lá, no entanto, o homem tinha desaparecido.”

Todos os fantasmas foram relatados como sendo “jovens” e tristes por sua morte precoce. Kudo explica, “os jovens se sentem fortemente decepcionados (com suas mortes) quando eles não podem voltar para as pessoas que amam. Eles querem transmitir sua amargura e podem ter escolhido os táxis numa tentativa de fazer isso.”

Além dos passageiros fantasmagóricos, existem relatos de aparições e espectros desfigurados em meio bairros residenciais em Ishinomaki. Muitas pessoas relataram ter visto fantasmas que estão na frente de estruturas que foram atingidas pelo tsunami.

Lendas de SC - Lendas gaúchas - Holismo - Antropologia - Frutas - Crianças - Imagens para Face - Aquarismo - Ivoti - Abelhas - Vagas de emprego - Tirar manchas - Como fazer maquiagem